Portugal

Desigual

Um retrato das desigualdades dos rendimentos e da pobreza no país

Estudo revela os números do impacto da crise e dos
programas de ajustamento

Conseguiria viver
com o salário mínimo

Introduza em cada categoria as suas despesas médias mensais. Se ultrapassar os 530 euros mensais de salário mínimo, o gráfico mostrará quanto mais dinheiro para lá do salário seria preciso para conseguir pagar as suas despesas.

Habitação

Despesas mensais com prestação do crédito ao banco ou renda de arrendamento

Alimentação

Compras mensais no supermercado, almoços e jantares fora de casa

Transportes

Combustível para o carro, bilhetes de transportes ou passe mensal.

Serviços

Pagamento das contas mensais de eletricidade, água e gás, ou outros serviços domésticos (limpeza e condomínio, por exemplo).

Saúde

Gastos fixos com medicamentos, consultas médicas ou tratamentos.

Ensino

Pagamento de mensalidade em creches ou escolas e compra de materiais escolares.

Telecomunicações

Pagamento das contas mensais com televisão, telemóvel e internet.

Outras despesas

Despesas mensais com atividades de lazer, compra de vestuário e calçado, entre outras despesas.

Limpar resultados

Nota: cálculo efetuado tratando-se de um salário mínimo pago num emprego a tempo inteiro, com 35 horas semanais. O preço por hora de trabalho é de 3,78€.

-

Nota: cálculo efetuado tratando-se de um salário mínimo pago num emprego a tempo inteiro, com 35 horas semanais. O preço por hora de trabalho é de 3,78€.

Como evoluíram os rendimentos
desde 2006?

Evolução do real do rendimento equivalente médio mensal das famílias desde 2006, englobando um período antes da crise.

Arraste o cursor para ver evolução

2006
2007
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014
down price
-
174
face a 2007

Fonte: Rodrigues, C.F., Figueiras,R. e Junqueira,V.(2016). Desigualdade do Rendimento e Pobreza em Portugal: As Consequências Sociais do Programa de Ajustamento, FFMS.

Nota: Informação baseada nos microdados do EU-SILC 2007 a 2015.