Portugal

Desigual

Um retrato das desigualdades de rendimentos e da pobreza no país

new-data-white

Impactos
sociais da pandemia

icon-social-impact

Em 2020, a taxa de pobreza subiu cerca de 2,2 pontos percentuais, passando de 16,2% em 2019 para 18,4%. Este agravamento da incidência da pobreza foi o maior registado nas ultimas duas décadas num único ano e correspondeu a um acréscimo de cerca de mais 228 mil pessoas em situação de pobreza.
Este agravamento refletiu-se em todos os grupos etários, que viram subir a sua taxa de pobreza. O aumento nas crianças e jovens foi, no entanto, menor do que nos indivíduos em idade adulta. Apesar disso, as crianças e jovens permanecem como o grupo etário onde há maior incidência da pobreza.

TAXA DE POBREZA POR GRUPO ETÁRIO (2020)

A incidência da pobreza em 2020 agravou-se em todos os grupos etários. O aumento nas crianças e jovens foi, contudo, menor do que nos adultos. Apesar disso as crianças e jovens permanecem como o grupo etário onde se regista uma maior incidência da pobreza (20,4%).

icon-children

Crianças e jovens

icon-adult

Adultos

icon-olds

Idosos

new-data

Evolução das

desigualdades

O que mostram os números mais recentes do Instituto Nacional de Estatística sobre os principais indicadores de desigualdade, pobreza e exclusão social em Portugal, permitindo uma leitura actualizada da evolução das condições de vida da população no país.

retrato interativo

Reportagens, entrevistas e experiências interactivas com base no estudo “Desigualdade do Rendimento e Pobreza em Portugal – As consequências Sociais do Programa de Ajustamento”, publicado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos em Agosto de 2016.